Talvez você já tenha ouvido falar, ou até mesmo queira pilotar um drone, certo?

Sua criação, apesar de possuir fins militares, ao se inspirar nas bombas voadores e em aeromodelos. Atualmente, seus usos são muito abrangentes, sendo adotada como uma tecnologia.

Desde 2015, passando a ser então comercializada para outras diversas utilidades.

Uma vez que, é um equipamento fabricado de modo que, resistem a ambientes diversos e trabalhos pesados. Realizando assim, tarefas arriscadas aos seres humanos.

Sendo então, controlados remotamente, possuindo diversos sensores em seu sistema.

Então, se você deseja saber mais sobre o assunto, confira nosso artigo. Hoje, falaremos um pouco sobre o que é, sua história, funcionalidade. E como pilotar um drone!

 

Como Pilotar Um Drone?

Primeiramente, recomenda-se que o usuário leia as instruções do fabricante. No entanto, existem conceitos e botões que são universais para qualquer drones. Estes incluem:

  • Acelarador (throttle em inglês)
  • Inclinação (pitch em inglês)
  • Guinada (yaw em inglês)
  • Rolar (roll em inglês)

Como voar um quadecóptero

O comando exposto em cima é usado principalmente para quadecópteros. O comando da direita (roll), é usado para virar para a esquerda ou direita. O outro comando da direita (pitch) inclina o drone para cima ou baixo, resultando na subida ou descida, respectivamente, do drone.

Do lado esquerdo temos o “yaw”, que basicamente comanda a direção de rotação das hélices e assim consegue rotacionar o drone. Finalmente o “throttle” controla a velocidade do drone.

 

Seguindo assim, as recomendações de segurança contidas no manual que vem com o drone, evitando acidentes. Bem como, as regulamentações que deverão ser seguidas.

Além disso, drones que pesem mais de 250 gramas, deverão ser registrados pela ANAC.

Também, possuir uma homologação da Anatel. Os voos deverão ser informados e autorizados pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo. Precisando ainda de autorização especial em alturas acima de 120 metros.

Existem vários tipos de drones, todos eles com níveis de dificuldade variáveis. Se nunca pilotou um, recomendamos um drone barato para principiantes. Se já tem experiência, pode investir num drone de maior qualidade.

Dessa forma, é necessário treino e prática antes de sair pilotando por aí.

Isso porque, apesar de raro, existe a possibilidade de um drone despencar devido à falta de bateria. Levando até mesmo, a causar ferimentos caso atinja uma pessoa.

No entanto, sendo difícil já que, utilizam tecnologia de bateria inteligente.

Avisando assim, que estão baixas ou utilizando a função Return To Home (RTH). De acordo com a utilização, geralmente quando não existe uso recreativo, um seguro é realizado.

  1. Espaço Aéreo Permitido

Portanto, na hora de adquirir um drone considere as seguintes informações:

  • Recreativos: podem ser pilotados em diversas áreas. Mas, é proibida sua proximidade em locais cheios.
  • Comerciais: seu voo deve conter uma distância de 30 metros no mínimo, de edificações e pessoas.
  • Locais proibidos: regiões em que há realização de voos, podendo ser bloqueado ao se aproximar de aeroportos. Não devem ser aproximar de locais como refinarias, campo eletromagnéticos fortes, penitenciarias, áreas militares, depósitos ou plataformas de exploração de combustível.
  • Fauna Protegida: por perturbar a vida selvagem, seu uso recreativo é proibido em parques nacionais pelo mundo. Sendo permitidos, única e exclusivamente, para utilização de funcionários para mapeamento e monitoração.

 

 

  1. Como Pilotar

Esse equipamento é seguro e simples, então para pilotar um drone basta sua prática.

Na modalidade automática, a aeronave irá estabilizar sozinha, devido aos seus sensores. Portanto, sendo necessário apenas os comandos de deslocamento através de seu controle remoto.

Utilizando botões presentes no controle via rádio. Ou através dos comandos wi-fi presentes no aplicativo.

Para ambos, existem comandos para realizar vídeos e imagens. Existindo ainda, a opções de voo autônomo, sendo programados um horário e uma rota previamente.

Não havendo necessidade de um controle manual, possuindo transmissão ao vivo.

Contudo, no Brasil a prática é proibida, exceto quando apesar de autônomo o controle estiver em suas mãos. Garantindo que, será assumida a pilotagem em situações inesperadas.

 

Utilizações Do Drone

 

Agora que, você já sabe como pilotar um drone, vamos mostrar alguns de seus usos.

  1. Profissional

Atualmente, é possível encontrar diversos drones que utilizam GoPro.

Sendo assim, muito utilizada por cinegrafistas e fotógrafos para cobrir eventos, esportes e festividades. Bem como, realizar filmagens de cenas ou ensaios fotográficos.

Por exemplo, para documentários ou fotografias de ambientes de forma diferenciada.

Na agricultura, geografia, energia héolica, e vários outros meios, os drones também são utilizados.

Nesses casos, geralmente por possuir funcionalidade média, possuem baterias de baixa duração. Reduzindo assim, a sua autonomia de voo, chegando geralmente até 30 minutos.

 

 

  1. Militar

Em sua maioria, a utilização é feita para monitoramento de espaços aéreos.

Contudo, além da vigilância, é possível ainda sua utilização para abordagens mais efetivas, de combate. Tais como, marcar e atingir alvos ou lançamento de bombas.

 

Conclusão

Em resumo, o drone é uma tecnologia muito versátil e útil nos dias atuais.

Podendo ser utilizado, desde uma forma recreativa, até para a realização de atividades perigosas. Como, por exemplo, o recolhimento de lixo tóxico, nocivo à saúde.

Além disso, pilotar um drone é uma tarefa fácil. Necessitando apenas, seguir a legislação e instruções do fabricante.

Sentiu falta de alguma informação neste conteúdo? Deixe seu comentário para que possamos ajuda-lo.