torrentz2

Seguros On-Demand Para o Seu Drone- Em Menos de 1 Minuto e a Partir do Seu Smartphone

Já passa quase um ano desde a aprovação em conselho de ministros da obrigatoriedade de seguro de responsabilidade civil para operadores de drones com mais de 900 gramas. No entanto, a oferta de seguros nesta área teima em ser lenta a responder.

Sendo esta uma pergunta que recebemos com frequência, é com muito prazer que anunciamos o lançamento da FlySafeGo, a primeira aplicação portuguesa de seguros para drones on-demand. 

Para perceber melhor a funcionalidade e cobertura da aplicação, estivemos à conversa com a equipa da Think Future, a empresa responsável pelo desenvolvimento desta aplicação.


- Quanto tempo, em média, demora a contratar um seguro na vossa app?
 
Depois do registo do utilizador na App FlySafeGO, a subscrição do seguro poderá ser concluída em 35 segundos.

Seguro Para Drones

- Estão presentes em quanto países? Têm planos para expandir para mais países?
 

Estamos em processo de expansão internacional, apontando a Europa como o mercado prioritário. Em Portugal, a app tem vindo a ser usada em parceria com a corretora de seguros MDS e a seguradora Una Seguros.
Consoante os países em que a Think Future entrar, poderemos vir a trabalhar com seguradoras diferentes.
 


- Preveem uma legislação mais uniforme em termos da obrigatoriedade de seguros para a UE toda?
 
Já existe e está em execução pela Comissão Europeia:
 
Em 11 de junho de 2019, foi publicado o Regulamento de Execução nº 2019/947 da Comissão relativo às regras e aos procedimentos para a operação de aeronaves não tripuladas com o objetivo de aumentar a segurança operacional (“safety”) e a segurança física (“security”) das operações no espaço aéreo europeu das aeronaves não tripuladas.
O presente regulamento estabelece disposições pormenorizadas com vista à operação de sistemas de aeronaves não tripuladas, assim como para o respetivo pessoal, incluindo os pilotos à distância e as organizações envolvidos nessas operações.
As regras apresentadas têm uma caracterização técnica e operacional identificando as capacidades que estes equipamentos devem ter para a sua operação em segurança. A regulamentação abrange todos os tipos de operações, desde os que não precisam de autorização até as operações mais criticas envolvendo a certificação das aeronaves não tripuladas e dos seus operadores.
Em conformidade com a regulamentação europeia, a entrada em vigor é nos próximos 20 dias mas atendendo à necessidade de uma transição adequada todos os Estados Membros terão 1 ano para implementar todas as medidas identificadas.
Neste sentido, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicará em breve o material de apoio necessário para facilitar a aplicação e o cumprimento deste regulamento.
Junto do Regulamento de Execução foi também publicado o Regulamento Delegado (UE) 2019/945 da comissão de 12 de março de 2019 relativo às aeronaves não tripuladas e aos operadores de países terceiros de sistemas de aeronaves não tripuladas. Este Regulamento estabelece os requisitos de conceção e fabrico de sistemas de aeronaves não tripuladas que se pretende sejam postos a funcionar de acordo com as regras e as condições definidas no Regulamento de Execução (UE) 2019/947 e de dispositivos anexos de identificação à distância.


- Que tipos de drones podem ser cobertos pelo seguro? De qualquer valor/tamanho? Apesar da lei apenas obrigar a contratação de seguro para drones a partir das 900 gramas, aconselham contratar um seguro para um drone mais pequeno (ex. um dji spark)? 


A FlySafeGo é compatível com drones das marcas DJI, Parrot, Xiaomi, e Yuneec. A par das marcas, a app apenas permite contratar um seguro para drones que registam dados de voo, permitam delimitar raios de ação (geofencing), aqueles que disponham de sistemas de localização, e que tenham funções automáticas de retorno à base (FTH Return to home).
 
Por uma questão de bom senso e boas práticas do referido sector, todos os Drones deveriam contratar um seguro, mesmo aqueles abaixo de 900 gramas.
 

- Quais os planos futuros para a aplicação?
Expansão internacional e novas funcionalidades para potenciar a experiência de utilização por parte dos pilotos de Drones.
 
 
 - Que outras funcionalidades estão disponíveis?

 
A app também pergunta no próprio momento se o operador tratou da autorização da ANAC - mas é o operador que assume a responsabilidade tratar dessa autorização previamente.

Além da contratação de um seguro, a FlySafeGo indica, na própria hora, as condições de voo, tendo em conta a localização, as condições meteorológicas ou as áreas restritas por questões legais.
 

- Qual a cobertura e custo dos seguros?

De uma hora a 365 dias. Os dois períodos funcionam como principais referências da app FlySafeGo – e já estão ao dispor de qualquer operador de drones que pretenda contrair um seguro no momento da descolagem. Os custos começam nos 4,10 euros para uma hora de voo nas condições de voo menos exigentes e preveem três patamares de valores de responsabilidade civil, em caso de incidente: 100 mil euros, 250 mil ou 500 mil euros.


Tendo instalado e experimentado pessoalmente a aplicação, podemos com segurança afirmar que esta aplicação é uma grande ajuda para quem quer voar em conformidade com a lei. Usada em conjunto com a aplicação Voa na Boa, oferece uma solução quase completa para voar em segurança. Resta apenas a agilização do processo de autorização da ANAC, que continua lento e apenas disponível por email.

O Novo Drone da DJI Não Voa… E Vai Ensinar o Seu Filho a Programar!

A seguir a dominar quase por completo o mercado de drones para amadores, a DJI anuncia a entrada em mais um mercado- o mercado dos robôs, com um foco especial em educação.

Os primeiros passos de diversificação da marca foram dados em 2015, com o lançamento do DJI Osmo, uma câmera com características semelhantes à GoPro, mas com uma aposta forte na tecnologia do gymbal. Desde então, os rumores têm sido vários: Desde drones para profissionais da agricultura, engenharia, e energia, até software para várias indústrias.

O novo DJI RoboMaster S1 é uma espécie de carro telecomandado que pode ser programado para várias funções. Vem equipado com 31 sensores, e uma câmera de 360 graus. Este novo brinquedo permite ao utilizado utilizar gestos e barulhos, tal como vários outros modelos de drones da DJI, mas vem com uma grande diferença: A capacidade de disparar pequenas “balas” de gel.

Há vários anos que a DJI organiza competições de programação e construção de robôs, sendo este modelo o resultado natural da evolução dessas competições. A ideia é dar a oportunidade de crianças de todo o mundo de participarem nesta iniciativa de “fazedores” e programadores de hardware. Os responsáveis do projecto vêm na robótica a oportunidade de desenvolver um desporto tão popular quanto o futebol e basquetebol.

Para já, o Robomaster S1 ainda não se encontra disponível em Portugal, apenas nos Estados Unidos.

Assim que for anunciado na Europa, facultaremos as opções de compra.

Como Ganhar Dinheiro com Drone

ganhar dinheiro com drone

Tem um drone parado em casa? Ou se calhar até o usa todos os dias, no entanto, ele poderia estar a render muito mais…
Neste artigo, vamos mostrar 6 formas simples de ganhar dinheiro com drones.

Algumas maneiras de como ganhar dinheiro com drone necessitam de experiência, outras nem tanto- Há serviços para todos os gostos.

Por isso, sem mais demora, aqui ficam as nossas 6 maneiras favoritas de ganhar dinheiro com drones:

1- Serviço de Fotografia e Filmagem de Eventos com Drone

Este é provavelmente a maneira mais rápida de ganhar dinheiro com um drone.

Para começar, ganhe experiência gravando os seus próprios vídeos.

Com este portefólio de imagens, publicite o seu serviço a amigos e familiares.

A pouco e pouco, irá começar a criar uma carteira de clientes e parceiros que permitirão ganhar bastante dinheiro.

2- Serviço de Topografia com Drone

Apesar de mais especializado, este serviço pode ser muito rentável.

Basta tirar um curso, online ou offline, ganhar alguma experiência com clientes grátis, e com a força do “passa-a-palavra” e algum marketing este serviço pode valer várias centenas ou milhares de euros.

3- Aluguer de Drones

A maneira fácil de fazer dinheiro com o teu drone é simplesmente alugá-lo.

Se não te queres dar ao trabalho de fornecer um serviço, podes simplesmente anunciar o teu drone numa plataforma como o rnters, olx, ou até mesmo o facebook, através de grupos especializados.

Para monetizar o drone desta forma, é recomendado a compra de um seguro para proteger contra eventuais danos, assim como uma caução no momento do aluguer.

Pontos extra: Se tens uma gopro podes adicionar uns euros extra ao aluguer.

4- Piloto de Drone Especializado

Existem vários cursos disponíveis online e offline que conferem ao aluno as bases necessárias para trabalhar como piloto de drone.

Estes curso abriram a porta a várias indústrias, como por exemplo:

Após tirar o curso, é importante fazer networking junto das comunidades relevantes de maneira a arranjar trabalho. Vale a pena também pesquisar em portais de emprego por vagas relevantes.

5- Fotografia e Vídeo de Imobiliário com Drone

Uma outra indústria que pode beneficiar do uso de drones é a indústria imobiliária.

Este serviço é especialmente indicado para casas de luxo, que necessitam de um maior investimento em promoção e marketing.

Para se iniciar neste serviço, porque não fazer um levamento de todos os agentes imobiliários da sua cidade e contacta-los para a elaboração de um vídeo grátis?

Se o seu serviço for bom, alguns com certeza irão referência-lo para trabalhos pagos.

Para uma outra versão deste artigo, dê uma olhada no vídeo do Rafael Relvas, que explica o que você precisa de saber antes de investir num drone:

Conclusão

Esperamos que este artigo o tenha ajudado a monetizar o drone que tem parado em casa.

Caso necessite de mais ajuda, não hesite em deixar um comentário em baixo.

Bons Vôos!

Onde Comprar Drones Usados?

Quer dar um upgrade no seu drone mas o seu orçamento não lhe permite?

Então este artigo é ideal para você. 

Ao comprar um drone em segunda mão, pode ter acesso a um modelo de topo a quase metade do preço.

Mas os drones em segunda mão também têm riscos: É difícil comprovar a condição sem experimentar o drone primeiro, geralmente a garantia já expirou ou está quase a expirar, e há sempre o risco de burla. No entanto, com este risco vem uma recompensa: A possibilidade de adquirir um artigo a mais de metade do seu preço original.

Com isto em mente, utilizando o feedback dos nossos utilizadores e a nossas próprias experiências, decidimos compilar as fontes mais reputáveis de compras de drones em segunda mão.

1- OLX

Para muitos dos nossos leitores, esta será a escolha óbvia. E por bom motivo, é aqui que se encontra a maior variedade de drones em segunda mão. 

No entanto, nem tudo são rosas, sendo que é frequente haver fraude e esquemas neste portal, por isso todo o cuidado não é pouco.

2- Grupos de Facebook 

Comprar grupos através de grupos de facebook, tem a vantagem de haver um sistema básico de reputação. Para cada vendedor, é possível pesquisar o seu nome no grupo e verificar se já transaccionou e se o feedback é positivo.

Muitos dos anúncios são postados do OLX, no entanto isto dá a vantagem de poder ficar a conhecer o vendedor, que tem a reputação em jogo caso o produto não seja de qualidade.

Os nosso grupos favoritos incluem:

Compra/Venda Drones e Peças Portugal

Este grupo tem a vantagem de oferecer também uma boa oferta de peças para drones.

AEROMODELISMO & RADIO MODELISMO USADO EM PORTUGAL - VENDAS

Apesar de estar mais direccionado ao aeromodelismo, é frequente encontrar-se drone, particularmente de corrida, à venda neste grupo.

Drone Racers- Portugal

Mais uma vez, este grupo não é dedicado à compra e venda de drones, no entanto é frequente encontrarem-se drones de corrida em segunda mão para venda.

3- HP Modelismo

Apesar de nunca termos adquirido um drone usado através desta plataforma, a reputação da HP Modelismo é suficiente para a podermos recomendar com confiança.

Oferecem uma boa variedade e a possibilidade de comprar peças e drones.

Notas Finais

A compra de drone em segunda mão é sempre arriscada: O drone pode não corresponder às expectativas, pode custar mais do que desejado, ou pode até ser simplesmente defraudado pelo vendedor.

No entanto, também pode resultar num excelente negócio que permite levar o hobby para o próximo nível.

Como sempre, estamos aqui para ajudar com qualquer dúvida em relação ao mundo dos drones.

E se tiver sugestões de mais sítios onde comprar drones em segunda mão, por favor diga-nos através dos comentários.

Bons negócios!

Como são os drones utilizados na agricultura?

Campo de Agricultura

A utilização dos drones na agricultura, é a possibilidade de ampliar os ganhos na produção, bem como, melhorar o controle das plantações.

Os drones são a mais nova ferramenta à serviço da agricultura. Esses pequenos robôs estão causando uma verdadeira revolução no setor!

Eles conseguem chegar longe, principalmente onde as mãos e olhos dos agricultores não alcançam e ainda garantem a excelência na produção de alimentos em vários países do mundo.

A utilização de drones na agricultura tem possibilitado alguns benefícios. Cuidar da lavoura tem se tornado mais fácil, prático, menos oneroso e até mesmo divertido.

 Drones na agricultura

Os drones são antigos, mas tinham outras funções

Esses minis robôs, inicialmente foram desenvolvidos para fins militares, principalmente nos Estados Unidos no final do século passado.

Mas, com o passar do tempo eles se tornaram ultradinâmicos e até mesmo o cinema lançou mão dos drones para captar cenas perfeitas e glamorosas.

 

Mas, a utilização dos drones é ampliada a cada dia, e atualmente eles são utilizados para:

  • Entregar pequenas encomendas em lugares remotos;
  • Fotografar;
  • Auxiliar no policiamento urbano;
  • Vigiar fronteiras;
  • Georreferenciamento;
  • Controle de focos de epidemias;
  • Detectar incêndios.

Enfim, são dinâmicos, práticos e ajudam a preservar a vida humana, realizando o “serviço sujo e perigoso” em muitos casos.

E para você, que é agricultor, tem um bom terreno para plantio e colheita e deseja um melhor rendimento e qualidade na sua plantação, esses drones são um prato cheio para o seu empreendimento.

Especificamente na utilização de drones na agricultura ele tem múltiplas funções, e um excelente ganho x benefícios, porque:

  • Ele ajuda em todas as etapas da lavoura, desde o estudo da área de cultivo com uma avaliação da saúde da vegetação;
  • Realizar a delimitação da área do cultivo;
  • Faz o mapeamento hídrico;
  • Ajuda no pré-plantio, plantio e acompanhamento otimizado em “tempo real” do plantio realizado.

É o que tem sido chamado pelos especialistas de gestão estratégica na lavoura. Esse é o carro-chefe da utilização de drones na agricultura, o monitoramento da lavoura e mapeamento aéreo.

Drone no Campo

 

Um agricultor chamado Drone!

Um Drone ou VANT focado em agricultura é constituído de quatro partes fundamentais:

  1. O sensor embarcado

Este, é composto por câmeras cuja função é capturar as imagens e informações do local desejado, são os olhos e o cérebro do seu drone.

  1. A plataforma

É ela quem sustenta e transporta os sensores e garante o voo, é o corpo do seu drone;

  1. A estação de controle de solo

É nela que a missão é planejada e acompanhada, onde você também pode visualizar um mapa da área desejada;

  1. O GPS: este vem acoplado à sua aeronave propriamente dita, o drone.

Boas plataformas podem lhe garantir uma maior autonomia de tempo, suporte de carga, tem maior potência e podem realizar voos de longa distância.

Os sensores presentes no drone variam quanto a sua capacidade e forma de captura de dados, eles podem ser desde câmeras simples a mais sofisticadas capazes de capturar imagens em infravermelho ou mesmo ser multiespectrais (possui múltiplos sensores) que permitem analisar padrões espectrais da vegetação e identificar o estado fisiológico e de saúde das plantas.

O drone é um sistema inteligente, e com certeza sua utilização garante um futuro promissor para a agricultura.

 

Drone no ar

Operar um drone é muito fácil

Para ele funcionar é simples, nós até já escrevemos um artigo sobre isso, você pode voltar aos tempos de infância e usá-lo com um controle remoto ou pode ser mais prático, inserir as coordenadas desejadas e permitir que ele opere de modo autônomo.

Assim ele irá percorrer toda a sua lavoura, enquanto você estará sentando olhando o monitor, fará um mapa da lavoura, lhe fornecerá indicadores de qualidade e quantidade do plantio por meio dos quais será possível analisar a eficiência do seu plantio.

Diversos indicadores da produção podem ser obtidos com a utilização de drones na agricultura. Esses indicadores são obtidos a partir dos sensores presentes nos drones.

Esses sensores (câmeras, como falamos anteriormente) podem ser divididos em quatro tipos principais:

  • Sensores RGB: no qual a captura das imagens é semelhante a captura que os olho humanos conseguem fazer, e podem detectar falhas no plantio;

 

  • Sensores Térmicos: que possibilitam a detecção de estresse hídrico, também chamados de Short Wave Infrared (WIR);

 

  • Sensores Multiespectrais: conhecido como Near Infrared (infravermelho próximo ou NIR), com capacidade de detectar estresse nutricional da plantação, fornecendo indicadores fisiológicos e áreas de erosão;

 

  • Sensores Hiperespectrais: que combinam os sensores térmicos e multiespectrais para fornecer índices a partir da assinatura de espectros das vegetações.

Campo de Agricultura

Porque os Drones são uma boa escolha na agricultura?

Apesar de ser uma tecnologia para o setor, usar os drones reduz significantemente as perdas na agricultura, pois ele tem ação proativa, identificando os riscos em potencial.

Os modelos conhecidos como Asa fixa, por exemplo, são eficientes e potentes e os mini-rotores, tem menos autonomia e menor capacidade de carga, mas mesmo assim são supremos na vigilância das áreas produtivas.

A utilização de drones na agricultura vem amenizar grandes dificuldades da lavoura que é:

  • Conseguir acompanhar de maneira adequada as grandes plantações;
  • Analisar o crescimento;
  • Identificar a presença de pragas;
  • Alertar sobre focos de incêndio, dentre outras coisas.

Grande parte dos recursos dos agricultores acaba sendo gasta em mão de obra para tratar esses problemas. Por isso o título acima: um “agricultor chamado Drone”, se torna bem adequado.

Ele é capaz, por exemplo, de realizar a análise de um terreno de 120 hectares em aproximadamente vinte minutos. Uma aula de praticidade e rapidez quando comparamos esse mesmo trabalho feito “manualmente” por uma pessoa.

Até um drone “normal” é capaz de fazer muita coisa, como a vigia dos terrenos para detectar a presença de animais ou plantas invasivas. Para uma lista de drones acessíveis no mercado, nós também já preparamos uma tabela.

Vantagens incontestáveis do uso de drones na agricultura

Uma forma de trabalho mais eficiente, essa é sem dúvida a maior vantagem da utilização dos drones na agricultura, mas não é apenas isso, que chama a atenção nesses “pequenos ajudantes”, pois:

  • São habilidosos na demarcação do plantio;
  • Fazem o levantamento de falhas de plantio;
  • Contagem de pés;
  • Mapeamento de saúde da lavoura;
  • Identificam, localizam e dimensionam os problemas;
  • Ajudam na pulverização;
  • Estimam a safra;
  • Detectar e estimar o estresse na plantação;
  • Mapear pragas e doenças.

Há algum tempo, a tecnologia dos drones era muito cara e restrita. No mercado atual, porém, modelos equipados para as finalidades agrícolas citadas acima podem ser encontrados com bons preços.

Embora existam alguns com preços menores ou maiores, tudo depende do seu poder de capital e da finalidade.

Existem diferentes softwares no mercado que podem ser incorporados aos drones e que possibilitam ao agricultor ter um maior controle sobre seu cultivo.

Esses softwares permitem uma maior autonomia e aumento da eficácia do trabalho, pois possuem ferramentas para armazenar e acompanhar os dados da lavoura, promover a criação de um banco de dados e realizar projeções sazonais.

Com a utilização dos drones na agricultura, o produtor ganha muito mais tempo, faz economia em até 20%, e o melhor de tudo estará disponibilizando de um método totalmente sustentável para melhorar todo o plantio e consequentemente o controle do seu negócio.

Nada mais justo que darmos as boas-vindas para este trabalhador incansável, chamado drone!

Drone Racing League- 20$ milhões de depois…

Drone Racing League London

Estreou na quarta-feira O Drone Racing League de 2017. A transmitir a partir de Londres, esta corrida conta para coroar o campeão “mundial” de corrida de drones de 2017. No entanto, a história mais interessante do evento é sobre o investimento que a ESPN tem estado a fazer com vista a trazer um desporto, ou hobby, dependendo a quem perguntares, às massa. Este investimento tomou uma nova dimensão quando, à cerca de uma semana, a empresa detentora da Drone Racing League anunciou uma ronda investimento de 20 milhões de doláres.

Nós na central drones já há muito que seguimos com curiosidade este evento. Desde que começaram a surgir as primeiras imagens das corridas “first person view” (FPV) com drones que ficámos agarrados ao formato, que alia duas têndencias que qualquer geek que se prese segue- Realidade Virtual e Drones. O potencial é enorme e o recente investimento da ESPN indica que não somos os únicos com esta opinião.

Mas então para onde foram estes 20 milhões? Para tentar responder a esta pergunta basta olhar para o conteudo televiso produzido. Com a ajuda de Mark Burnett, produtor de series como o “the apprentice”, a ESPN está claramente a tentar aproveitar as emoções fortes ligadas à corrida com um público mais “nerd”, que cresceu a ver os filmes start wars, para criar um contéudo com drama.

A pergunta que se impõe aos seguidores deste desporto, que há anos que organizam pequenos eventos de corridas de drones é: Será que esta iniciativa ajuda ou não a promover o desporto e os valores a ele associado? O movimento ainda é pequeno e portanto os valores ainda se estão a definir, mas a cultura “diy” e o foco na tecnologia e performance, na nossa opinião, não beneficia desta visão um pouco redutora e dramática do hobby. De qualqer maneira, não nos vamos armar em velhos do restelo, até porque as imagens do evento, até agora, são brutais:

 

Hoje, sexta-feira dia 23 de junho realiza-se a final em Miami. Infelizmente a nossa petição à sic radical para transmissão do evento não teve muitos frutos, mas assim que tivermos novidades sobre a possibilidade de streaming, passaremos a informação. Se tens uma opinião sobre este assunto já sabes, deixa um comentário em baixo!

Os Melhores Drones Para Profissionais de Fotografia

Fotografia DSLR

A massificação do mercado dos drones criou uma oportunidade única de inovação para os profissionais da indústria da fotografia. Esta tecnologia permitiu a fotógrafos captarem ângulos que previamente eram caros e díficeis de apanhar.

Neste artigo, vamos-te mostrar as melhores opções para drones com cameras de alta qualidade. Estes dividem-se em drones que vêm já com uma camera boa, e drones que permitem utilizar uma camera existente (DSLR) com o drone.

1- Drones para utilizar com camera própria.

DJI S1000+

Considerado o standard no que toca a drones com suporte a DSLR, a S1000+ requere um investimento considerável, no entanto as reviews não enganam- Este é um dos melhores drones no mercado para profisionais da fotografia e video.

Para além de ser super conveniente devido aos seus 8 braços com helices extensiveis, a S1000+ é estável e forte. Peca pela autonomia, que é de 15 minutos no máximo, mas este é um problema que se resolve comprando baterias extra.

 

 

 

Spreading Wings S900

Se o investimento necessário para a S1000+ te assusta, a S900 pode ser uma boa solução para ti. A mais de metade do preço, este drone já fica mais acessível e mantém muitas das vantagens do S1000+. É mais leve e por isso aguenta ligeiramente mais tempo a voar (18 minutos) e pode levar até 8.2kg, o que facilmente inclui a maior parte das cameras DSLR. É também compatível com uma variedade enorme de Gimbals e apresenta uma estabilidade muito boa.

 

Walkera QR X800

 

O walkera QR X800 é um drone um bocado mais pesado mas também mais barato que vem altamente recomendado como alternativa à DJI. Tem também a grande vantagem de ter uma duração média de voo maior, supostamente de mais de 40 minutos. Dado o actual panorama de baterias e o peso do drone (mais de 10 kg!) nós na Central Drones achamos estes números um bocado suspeitos, mas como ainda não tivemos oportunidade de experimentar um, teremos que confiar.

À semelhança do S1000+, os braços da X800 também se dobram o que facilita o transporte.

A Drone Vision, empresa portuguesa, oferece também uma boa seleção de drones compatíveis com cameras DSLR. Podes passar pelo site deles para mais opções.

2- Drones com camera incluída

DJI Mavic

Voltando à gama DJI, recomendamos o DJI Mavic como o melhor drone para fotografia e video com camera própria. Este é um favorito dos nossos e o vídeo em baixo explica bem porquê.

 

Yuneec Q500+

Sendo o mais barato da lista, o Yuneec Q500+ apresenta uma solução muito económica para os iniciantes do hobby. Apesar do preço, este UAV vem com uma camera de 16 megapixeis e uma camera full HD de 1080p e 60fps.

 

E aqui ficam os 5 drones que nós recomendamos para fotografia e vídeo. Se és um iniciante, dá uma vista de olhos no nosso artigo de melhores drones para principiantes e deixa-nos um comentário se já experimentaste algum destes drones!

Campeonato Mundial de Drone Racing- Corrida de Drones

Drone Racing League Logo

Uma vertente do hobby dos drones que ás vezes passa por debaixo do radar de muitos fãs é o drone racing, que consiste em simplesmente uma corrida de VANTs (Veículos Aereos Não Tripulados) em certos percursos desenhados para drones.

Pois este ano, em 2017, temos um campeonato mundial oficial. Com o nome de Drone Racing League, este evento a realizar-se em Junho, irá reunir os 16 melhores pilotos de drones para uma corrida a contar para o título mundial.

Transmissão

Esta iniciativa conta com um forte investimento, íncluindo da ESPN, que irá transmitir o evento em directo num programa produzido por Mark Bunnett, também responsável por programas como o “The Apprentice” e “Shark Tank”. Vários outros canais na europa como a Sky juntaram-se à iniciativa e irão transmitir também o evento. Infelizmente, em Portugal, ainda não foi asegurada a transmissão do evento, pelo que nós decidimos criar uma petição/evento no facebook para tentar ver o evento na sic radical. Podes subscrever aqui.

Formato da Corrida

O apelo comercial (e não comercial) do evento não é difícil de perceber: Os VANTs chegam a atingir os 120 km/h (!) em circuitos fechados com obstáculos. Os drones em si são controlados pelos pilotos utilizando um conjunto de visores de realidade virtual, tendo a visão de uma pequena camera instalada no nariz do drone. Isto resulta em ângulos incríveis de uma corrida a velocidades estonteantes.

Drone Racing League Piloto

Os veículos em si são todos iguais para todos os pilotos e representam um quadecóptero, parecido com o DHI phantom, só que apenas com os essenciais, de maneira a reduzir consideravelmente o peso.

As imagens são depois transmitidas, num formato já editado pela equipa de produção de luxo. O objectivo da serie é também desenvolver a história por detrás de cada piloto, num formato de reality show ao qual já estamos habitauados.

 

Simulador

Para além da corrida, a organização criou também um jogo para simular a corrida.

Para mais informações sobre o evento, podes também ver o video em baixo, produzido pela New York Times.

Comprar Drones na Worten- Alternativas e recomendações

Alternativa à Worten- Compra de Drones em Portugal

Se estás a pensar em ir à Worten comprar um drone, aqui fica o nosso aviso: Não o faças!

Como já é habitual, o preço praticado é superior do que em muitos outros sítios online. Como exemplo, após custos de entrega e packaging, o Parrot Bebop II fica 40 euros mais barato no Amazon UK do que pela Worten (e isto nem inclui custos de entrega da Worten)! Este é um desconto de quase 10%. Claro que isto também se deve à desvalorização da libra.

Como tal, deixamos-te aqui 3 alternativas de confiança:

 

1- Amazon UK ou Espanha

Com o selo de confiança Amazon, os sites Espanhois e Ingleses acabam por ser os melhores portais para comparar e comprar drones. São consitentementes mais baratos do que a Worten e com entrega incluída!

2- BrinCart

Se preferes comprar nacional, a BrinCart é optima escolha. A loja é geralmente mais barata do que a Worten (para o Parrot Bebop 2, fica a cerca de 20€ mais barato) e apesar de ainda não termos experimentado o serviço, o tempo de entrega deve ficar mais curto.

3- Gearbest

Apesar do elevado tempo de espera, este site oferece, na nossa opinião, a melhor relação preço/qualidade. Isto é devido ao facto de serem os distribuidores dos drones Xiaomi, que são drones de alta qualidade a preços acessíveis.

4- Banggood

Mais um site Chinês de confiança. Se estás à procura de um drone para iniciar o hobby, este site é o ideal. Tal como a Gearbest, pode demorar um pouco mais de tempo na entrega, mas é de confiança.

Como estabilizar as images captadas com drones?

Neste artigo, vamos-te mostrar os melhores softwares grátis para editares e estabilizares videos/filmagens do teu drone num mac ou windows com e sem download.

 

Mac

iMovie- Software Gratuito

Se tens um mac, a opção mais fácil é utilizar a aplicação iMovie para estabilizar as imagens. Para tal, basta carregar o video, e clicar no icon do estabilizador, localizado na janela superior direita:

 

iMovie- Estabilização imagens drones

O iMovie vem já incluido com o sistema operativo mac, por isso não tens de fazer qualquer tipo de download.

Elasty- Software gratuíto

Se queres opções mais avançadas de estabilização, como por exemplo poder ajustar a quantidade de estabilização imposta, o Elasty é uma óptima solução. Este software é ideal para quem quer uma interface mais simple e mais opções de edição. Podes fazer o download aqui. Para estabilizar video, basta seguir o seguinte video:

O software tem o acrescido de ter motion tracking software que pode ser muito bom para seguir animais, pessoas, etc no processo de edição.

 

Final Cut Pro- Software Pago

Dado o investimento acrescido de 999 euros, esta opção acaba por ser pouco prática quando o objectivo é apenas estabilizar imagens. No entanto, se procuras um software profissional de edição de video para mac, o investimento já faz sentido.

É considerados dos melhores, se não o melhor, software de edição de video e como tal vem com um estabilizador topo de gama. Tal como o elasty, vem com funções avançadas de estabilização e é relativamente fácil de usar:

Final Cut Pro- Estabilização imagens drones

Podes comprar o software aqui.

Windows

Windows Movie Maker- Software Gratuito

Á semelhança do iMovie, este software é disponibilizado pela Windows gratuitamente e vem com um estabilizador relativamente bom. Para usá-lo, basta fazer download do windows movie maker aqui, se já não o tens, e seguir as instruções demonstradas na fotografia abaixo:

Printscreen do Windows Movie Maker- Estabilização de video

 

Filmora- Software com versão gratuita e paga

O Filmora é um software disponível em formato gratuito, com algumas limitações, e pago a partir de 45€ euros por ano que também oferece a possibilidade de estabilizar video. O video em baixo explica como:

https://www.youtube.com/watch?v=u1kU1V6sIA0

 

Para fazer o download gratuito, visita o site da Filmora.

 

E pronto, aqui fica o nosso guia de estabilização de video para drones. Se queres descobrir os mais recentes e melhores drones, visita a nossa tabela dos melhores drones de 2017.